Notícias

12 de Abril 2022

IRS.png

A Sociedade Portuguesa de Psicanálise é uma IPSS. Tem por missão a prática da psicanálise, a sua divulgação, a formação e a investigação, numa inter-relação com os outros ramos do conhecimento.

 

Assegura a sua missão numa visão integrada da comunidade em geral e das necessidades que dela emergem. Dentro das actividades que desenvolve destacamos: a formação continua de psicanalistas e de outros profissionais; a prestação de cuidados de saúde à comunidade, nomeadamente através dos Institutos de Psicanálise (em Lisboa e Porto), onde é possível aceder a consultas de psicoterapia psicanalítica a preços sociais; o desenvolvimento de acções de intervenção na comunidade, como a criação, durante a pandemia, da linha de atendimento telefónico gratuito Vira(l) Solidariedade e do projecto CovidCHECK.

 

Para prosseguirmos de forma cada vez mais sustentada e abrangente convidamos todos os que assim desejarem que ao preencherem a vossa declaração de IRS, no quadro 11 do Rosto, a identifiquem o nome da instituição como sendo a Sociedade Portuguesa de Psicanálise, cujo número de identificação de pessoa colectiva (NIPC) é: 501 169 431.

 

A mesma não lhes trará custos, permitindo que 0,5% do imposto reverta a favor da nossa IPSS – Sociedade Portuguesa de Psicanálise.

 
Casa Nova.png

No dia 19 de Março de 2022 foi inaugurada a nova sede da Sociedade Portuguesa de Psicanálise na Av. Álvaro Pais nº 15 em Lisboa.

Apelo à Solidariedade

 

Caros colegas,

 

Neste momento em que acabámos de festejar a nossa nova Casa, onde expectamos um futuro, não podemos deixar de pensar como a vida é efémera e como, neste momento, há milhares de pessoas que ficaram sem a sua casa, sem a sua vida, num brutal e inóspito presente – a Guerra.

Somos Psicanalistas e a Psicanálise, os psicanalistas, estão no mundo na sua vertente profundamente humanitária, tal como estiveram em muitas outras situações violentas e profundamente dolorosas da História.

Além do que todos sabemos pelos meios mediáticos, é terrível o que nos tem sido transmitido pela colega Aleksandra Mirza, presidente da Sociedade Psicanalítica Ucraniana, e por outros psicanalistas ucranianos, não só sobre o que se vive no seu país, mas também sobre o desespero que se está a espalhar nos nossos colegas, famílias e pacientes, povo ucraniano. Claro que os nossos colegas estão sem condições de trabalhar.

É, por outro lado, um pouco “reconfortante”, nesta impotência face à loucura da guerra, a forma como os nossos colegas psicanalistas se estão a organizar nas suas Sociedades Psicanalíticas para “apoiar” aos diferentes níveis. A FEP e, mais recentemente, a IPA têm tido um papel extremamente dinâmico.

Assim, pensamos que também a Sociedade Portuguesa de Psicanálise não pode ficar paralisada… Propomo-nos criar apoios a vários níveis.

Os imediatos, seriam:

  • Angariar apoio económico a ser enviado aos nossos congéneres ucranianos.

  • E, também, no pensamento de que a Psicanálise existe no mundo, propomos a criação de uma linha de apoio aos refugiados, procurando entre nós quem está disponível para criar um grupo de trabalho neste projecto.

 

A Direcção da Sociedade Portuguesa de Psicanálise vem apelar, mais uma vez, à Solidariedade e Generosidade dos psicanalistas portugueses para manifestarem a sua disponibilidade em:

 

Apoio Terapêutico (Rede de Apoio):

  • Colegas e as suas famílias.

  • Cidadãos ucranianos.

  • Apoio a quem no terreno está a trabalhar.

 

Apoio Financeiro:

  • Realizarmos uma colecta de donativos entre os nossos sócios e amigos e enviar em nome da SPP, para a SPU (candidatos e membros ucranianos). O trabalho analítico não é possível e sabemos que há colegas que estão a atravessar dificuldades também a este nível.

 

Apoio Logístico:

  • Ajudar a encontrar locais para os colegas que queiram vir para Portugal.

  • Oferecer sala(s) na nossa sede para trabalho online ou presencial para algum colega ucraniano que venha para Portugal.

  • Dinamizar apoios, especialmente para as crianças que queiram emigrar para Portugal.

           

Abraço Fraterno,

Luísa Branco Vicente

Presidente da Direcção da SPP

 

Eventos Nacionais

IFTP_XII_Colóquio_CARTAZ_low-res.jpg
Vozes.png
Cartaz Psicosomática 2.png
 

Links Para Eventos Internacionais

IPA.png
EFP.png
PLF.png
FEPAL.png
FreudMuseum.png